Notícias
Clipping – O Povo - Como funciona o concurso para cartório?
Saiba como se preparar para esse tipo de seleção

Em janeiro de 2018, foi lançado o edital mais recente para cartórios pelo Tribunal de Justiça do Estado do Ceará. Ao todo, foram abertas 223 vagas, sendo 149 por provimento e 74 por remoção. O processo seletivo foi por meio de provas escrita, prática, oral e de títulos. O concurso foi executado pelo Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (IESES).

Para as vagas por provimentos, os candidatos devem ter formação em Direito. Além disso, o candidato deve comprovar dez anos de atuação em serviço notarial ou de registro e que não tenha sido punido nos últimos três anos por meio de uma declaração da Corregedoria Geral da Justiça.

Sob outro viés, para as vagas por remoção, é exigido que os candidatos comprovem estar exercendo por mais de dois anos a titularidade de atividade notarial ou de registro. Também, certificar com uma declaração da Corregedoria que não foi punido por uma pena mais grave que multa nos últimos três anos.
A classificação é feita pelo cálculo da nota da prova escrita e prática multiplicada por quatro, somada à nota do exame oral multiplicada por quatro, somada à nota da prova de títulos multiplicada por dois. Por fim, o resultado da soma dividido por 10.

Conteúdo
No anexo IV, onde estão disponibilizadas as matérias para as provas, é apresentado um aviso de que deve-se ficar atento às alterações na legislação que foram aprovadas até o último dia do trimestre anterior à data da seleção.

Os conteúdos cobrados são Direito notarial e registral; Direito Constitucional, Direito Administrativo e Direito Tributário; Direito Civil, Comercial e Processual Civil; Direito Penal e Direito Processial Penal; Direito Judiciário; Conhecimentos gerais: assuntos políticos, físicos, econômicos, sociais, artísticos e culturais (nacionais e internacionais) divulgados pelos principais meios de comunicação, nos últimos três anos.

Fonte: Redação O POVO Online

NOTA DE RESPONSABILIDADE:
As notícias aqui veiculadas visam unicamente transmitir informações oriundas das fontes indicadas. A Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Rio Grande do Sul (ARPEN-RS) se exime e não assume qualquer responsabilidade pelo teor do conteúdo publicado, posto que as publicações explanadas não representam necessariamente o posicionamento da diretoria desta Associação. Os assuntos ora veiculados, são de responsabilidade única e exclusiva de quem os subscrevem.
Espaço do Associado
Entrar


ARPEN-RS - Rua Cel. Genuíno, 421 - Sala 302 - 3º andar - Centro Histórico - 90010-350 - Porto Alegre - RS - Telefone e Fax: (51) 3225-6428 - arpenrs@arpenrs.com.br