Notícias
Clipping – Folha de Londrina - Registro de pessoa com 'sexo indefinido'
Buenos Aires - Caro Gero, 32, é a primeira pessoa na Argentina a ser registrada oficialmente sem o sexo em nenhum de seus documentos. O primeiro caso de "sexo indefinido" foi aceito oficialmente pela província de Mendoza, e se apoia na Lei de Identidade de Gênero, aprovada durante o kirchnerismo (2003-2015), que permite que qualquer cidadão mude de sexo e se registre como gostaria de ser chamado. No caso de María Carolina González Deveza, o nome escolhido foi Caro Gero. Porém, é a primeira vez em que, no campo de definição de sexo, há apenas um risco.

Enzo Rizzo, da Direção de Registro Civil de Mendoza, recebeu o pedido há cerca de um ano.

Como a legislação não falava especificamente sobre registros de "sexo indefinido", foi enviada uma consulta para a Corte Interamericana de Direitos Humanos. "Recebemos a orientação de atender o pedido, portanto uma nova certidão de nascimento e um novo DNI foram confeccionados."

Sylvia Colombo

Fonte: Folha de Londrina

NOTA DE RESPONSABILIDADE:
As notícias aqui veiculadas visam unicamente transmitir informações oriundas das fontes indicadas. A Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Rio Grande do Sul (ARPEN-RS) se exime e não assume qualquer responsabilidade pelo teor do conteúdo publicado, posto que as publicações explanadas não representam necessariamente o posicionamento da diretoria desta Associação. Os assuntos ora veiculados, são de responsabilidade única e exclusiva de quem os subscrevem.
Espaço do Associado
Entrar


ARPEN-RS - Rua Cel. Genuíno, 421 - Sala 302 - 3º andar - Centro Histórico - 90010-350 - Porto Alegre - RS - Telefone e Fax: (51) 3225-6428 - arpenrs@arpenrs.com.br